• Colaboradoras da Liga

Manguezais são ecossistemas grandiosos!

Atualizado: 27 de jul.

26 de julho: DIA MUNDIAL DE PROTEÇÃO AOS MANGUEZAIS

Por Marília Lignon

No planeta ocupam cerca de 138 mil km2 ao longo das costas tropicais e subtropicais. No Brasil, os manguezais ocorrem do Amapá (3N) até Santa Catarina (28S), totalizando 12 mil km2 (Figura 1). Com isso, nosso país possui a 2ª maior área de manguezais do planeta!

Figura 1: Mapa dos manguezais e unidades de conservação no litoral do Brasil. Fonte: ICMBio (2018).


Manguezais são grandiosos por sua importância e benefícios para as populações humanas. São diversos serviços ecossistêmicos essenciais para a vida no planeta (Figura 2). Manguezais são provedores de alimento e muitas espécies de peixes, como robalos e meros, por exemplo, que usam os manguezais nas fases iniciais do seu ciclo de vida. Moluscos (ostras e berbigões) e crustáceos (caranguejos e camarões) escolhem esse ecossistema como moradia para longos momentos da vida. Assim, o Manguezal garante a segurança alimentar, o emprego e a renda de muita gente. São aproximadamente 4,1 milhões pescadores artesanais que se beneficiam direta e indiretamente dos manguezais no mundo.

Figura 2: Serviços Ecossistêmicos prestados pelos manguezais. Fonte: UNEP (2014).


Manguezais são grandiosos, pois servem de barreira física protegendo a zona costeira contra eventos extremos. Em países com muita ocorrência de tsunamis, como a Indonésia, pode-se ver templos e oferendas para os manguezais. Em cenários de mudanças climáticas, com aumento de eventos extremos e do nível do mar, são ecossistemas indispensáveis às populações costeiras.


Manguezais são grandiosos pois sequestram e armazenam carbono da atmosfera em suas árvores e lama, contribuindo para o combate às mudanças do clima. E são até cinco vezes mais eficientes do que florestas tropicais para estocar CO2.


Manguezais são grandiosos pois encantam aqueles que buscam as áreas costeiras para descanso e recreação, para pescar ou para fazer avistamento de aves. Manguezais nos encantam com o silêncio dentro da floresta de mangue, com os cantos e as multicores das aves que fazem seus ninhos e se alimentam nos manguezais (Figura 3).

Figura 3: Bando de guará-vermelho em manguezal. Foto: Marília Lignon


Então, termino com a tal frase conhecida "a beleza está nos olhos de quem vê" e convido cada um de vocês a ver os manguezais em toda sua grandiosidade.


Referências:

INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE (ICMBio). Atlas dos Manguezais do Brasil. Instituto Chico mendes de conservação da Biodiversidade, Brasília. 179p, 2018.

UNEP, 2014. The Importance of Mangroves to People: A Call to Action. van Bochove, J., Sullivan, E., Nakamura, T. (Eds). United Nations Environment Programme World Conservation Monitoring Centre, Cambridge. 128 pp.


Sobre a autora:


Marília Cunha Lignon é docente da UNESP Registro, coordenadora o Grupo de Pesquisa Monitoramento Integrado de Manguezais (@mangrove.monitoring), membra da Liga das Mulheres pelo Oceano, membro do Grupo de Especialistas em Manguezais da IUCN e membro da Rede Nacional de Manguezais (RENAMAM).


58 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo